domingo, 22 de julho de 2012

BLOG DO MUNDO DO SÍTIO

TEXTO DA SEMANA: E VOCÊ? TEM MEDO DO QUÊ?

Se eu fizesse uma lista das coisas que me dão medo...
Tenho medo de voar. Medo de avião. Morro de medo, sabe? De ficar noites sem dormir quando sei que preciso pegar um avião. Tenho medo de ficar sozinho em alguma casa. Pode ser apartamento, pode ser casa, pode ser sítio, hotel. Tenho medo. Tenho medo de perder alguém muito querido. Tenho medo de que alguém da minha família fique doente. Tenho medo de gente má, mentirosa. E a lista pode seguir por muitas linhas.
E sabe o que eu aprendi ao longo da minha curta vida? Que falar sobre os nossos medos nos ajuda a lidar melhor com eles. Cada um pode fazer de uma forma. Eu gosto de falar deles com algumas pessoas. Às vezes, com alguém da minha família, outras vezes, com meus amigos. E sinto que, cada vez que falo deles, desses medos, eles aliviam o meu coração.
Senti que foi preciso falar deles para poder encará-los. O medo se torna uma coisa ruim quando deixamos de fazer as coisas, de viver a vida por conta dele. E é disso que se trata a minha escrita de hoje. O medo pode ser também essa demonstração, essa afirmação de braveza, de coragem. Isso que te deixa alerta, atento, cuidadoso. O medo pode ser aquele combustível que te deixa mais cheio de vitalidade para encarar os desafios dessa vida.
Eu gosto muito de ouvir sobre os medos das crianças. E os bichos e monstros escondidos embaixo da cama, dentro do armário, aquele fantasma que mora na casa ao lado, no andar de cima, são super comuns. Aqueles medos de não sermos aceitos pelos colegas de escola, aquele medo de que alguém te exponha. O medo de repetir de ano, de levar um fora. Todos são medos muito comuns. Por isso falar é bom! Para ver que não estamos sozinhos. E que podemos aprender com a experiência do outro.
Querem compartilhar seus medos aqui?
Um grande abraço para cada um,
Até o dia 1 de agosto,
Marcelo

Nenhum comentário:

Postar um comentário