quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

BLOG DO MUNDO DO SÍTIO

TEXTO DA SEMANA: VOCÊ SORRI PARA A TERRA E ELA SORRI PARA VOCÊ!

Outro dia, estava conversando com algumas crianças sobre hábitos que, na época que eu era criança, não tínhamos incorporado ao nosso dia-a-dia. Quantas e quantas coisas mudaram. Falávamos sobre “atitudes sustentáveis”. Esse termo pode significar muitas coisas, mas o principal sentido é a postura atenta e generosa com o mundo em que vivemos. Mundo composto por um ambiente natural e social.

Quando eu era pequeno, não existia reciclagem. As pessoas começavam a entender que o ser humano, ao jogar lixo no ambiente, promover queimadas e desmatamento, queimar combustível e não preservar boas relações com o lugar em que vive, prejudicava a própria vida.

Lembro de escutar a Camada de Ozônio e ficar muito preocupado com a Terra. Lembro-me de assistir na televisão a crueldade de caçadores de focas e ficar triste por existirem pessoas que não se importam com a vida. Por ver pessoas que não cuidam da própria cidade e não se importam em morar em um lugar bonito e agradável. A “consciência ambiental e social” era formada com essas notícias soltas. Não estava presente na rotina, não era habitual se falar tão naturalmente sobre isso.

Fiquei contente em conversar com aquelas crianças e ver que elas se importam com essas questões. São conscientes que as nossas pequenas ações cotidianas têm um enorme valor! Havia um menino que anda de bicicleta com a sua mãe para ir de um lugar a outro, outro que mora em uma casa que aproveita a água da chuva. Outro que tem uma composteira em casa (vocês sabem o que é uma composteira? Procurem saber!). Todos sabem o que é reciclar. Todos sabem as consequências do desperdício de água.

Agora é o seguinte (coisa que falei com todos eles!): as nossas “atitudes sustentáveis” começam com as pessoas ao lado. Generosidade é algo que precisa ser praticado. Cuidar do outro é a melhor forma de cuidar do mundo. Às vezes, um sorriso pode mudar toda uma vida!

Plante, cante. Sorria, recicle. Não desperdice, reaproveite. Cuide da sua casa, do seu bairro, da sua cidade. Vamos começar pequeno para transformar, grandiosamente, o nosso futuro!

E você? O que fez de bom para a Terra hoje?

Um abraço, um beijo e um sorriso!

Até o dia 14 de março,

Marcelo

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

BLOG DO MUNDO DO SÍTIO

TEXTO DA SEMANA: QUEM GOSTA DE LER?


Nunca me esqueço de um filme a que assisti quando era mais novo. Acho que devia ter uns 7 anos. É a história de um menino que começa a ler um livro fantástico. O livro é tão incrível que ele entra na história, transformando-se no personagem principal. E não é exatamente isso que acontece quando gostamos de um livro ou de um filme? Brincamos de ser o personagem?

A literatura tem esse poder mágico de nos fazer brincar com a história. Ao ler, transformamo-nos em príncipes e princesas, heróis e feiticeiros! As palavras constroem essa vontade de sonhar! Os livros guardam esses segredos que nos são revelados à medida que lemos suas histórias.

Ler é muito bom! Quando eu estudava na escola, eu lia por obrigação. Tinha de ler para fazer a prova, para fazer resumo, para prestar contas de que eu realmente obedecia as regras. Mas ler não pode ter esse peso, não! É lógico que é importante fazer as coisas que são obrigações de estudante. O que eu digo é que não se aprende a gostar de ler dessa forma! Eu comecei a gostar de ler depois desse filme, por exemplo. Lia os livros que a escola me mandava ler e outros tantos que eu queria ler! Sempre digo que quem não gosta de ler é porque ainda não se encontrou com um livro que mexa com a nossa vida! Aquele livro que começamos a ler num dia e não queremos parar mais... Por isso, quem ainda não encontrou esse livro, leia muito... ele deve estar por vir! O segredo é continuar lendo!

Eu montava com a minha mãe todo um clima para a minha hora de leitura. Há gente que lê antes de dormir, na cama. Há gente que gosta de ler sentado na escrivaninha. Há quem leia no banheiro. Não importa onde, ler é bom em qualquer lugar. Eu lia na cabana. Pegávamos um lençol, amarrávamos entre a cama e a mesinha do quarto, colocávamos almofadas no chão, lanterna na mão... luzes apagadas e leitura até de madrugada! Havia noites em que já nem sabia se eu sonhava com a história, ou estava lendo a história!

Acordava inspirado! Brincava muito mais! Ler faz isso: deixa a gente mais cheio de ideias, faz com que a nossa escrita melhore, que a forma como conhecemos o mundo fique mais sensível, pois aprendemos coisas de outras culturas.

Agora que eu cresci, continuo lendo. Livros de poesia, livros de histórias infantis e juvenis, livros de tudo quanto é jeito. Muitas vezes, as palavras são a fonte de maior inspiração para o meu dia!

E você? Qual foi o melhor livro que leu até agora?

Um beijo grande, até o dia 29 de fevereiro,

Marcelo